2001-2018, v5.1
 
 
 
 
/ JOGOS / THE WITCHER / BESTIÁRIO / WI-ZE / SEÇÕES
 

Abaixo, os pontos fracos e fortes, melhores táticas e ingredientes que podem ser extraídos dos monstros em questão.

 

Wild Hunt

Ocorrência: O Wild Hunt aparece no céu como o arauto da guerra e outros infortúnios; alguns acreditam que ele é simplesmente um fenômeno mágico e não uma horda de espectros; fontes élficas referem-se a ele como os cavaleiros vermelhos.

Imunidade: Não há informação disponível sobre como lutar com o Wild Hunt.

Vulnerabilidade: Não há informação disponível sobre como lutar com o Wild Hunt.

Táticas: Os guerreiros do Wild Hunt não têm que lutar, eles inspiram tal terror que as pessoas se acovardam após um mero vislumbre; há casos conhecidos de abduções pelo Wild Hunt.

Alquimia: Vapors of the Hunt.

O Wild Hunt é uma horda de espectros que vaga pelo céu durante tempestades e é um presságio de desastre. A aparição do Wild Hunt prenuncia guerra e miséria, da mesma maneira que o cometa. O Wild Hunt as vezes aparece em pesadelos dos amaldiçoados ou aqueles tocados pelo Destino.

 

Wolf

Ocorrência: Lobos vivem em áreas selvagens; quando eles sentem fome eles se aproximam de habitações humanas e caçam animais de fazenda.

Imunidade: Nenhuma.

Vulnerabilidade: Suscetíveis a tentativas de derrubá-los; o estilo rápido é o mais eficiente contra lobos; witchers experientes usam o estilo grupo para lutar contra vários lobos.

Táticas: Lobos atacam em grupos, se valendo de sua superioridade numérica.

Alquimia: Beast fangs e beast liver.

Havia tanta neve naquele inverno que nós tivemos que cavar túneis apenas para chegar ao banheiro e já havia gelo se formando em nossas calças quando voltávamos. Lobos vieram da floresta, comeram as criações e então cercaram a casa. Eles estavam uivando loucamente. Cercados por aquela matilha de lobos, nós nos sentimos como os três porquinhos.

 

Wraith

Ocorrência: Wraiths assombram os lugares onde morreram ou foram enterrados; eles são espectros que não pertencem a esse mundo; algumas vezes eles são invocados por mágica, mas a maioria das vezes são negócios inacabados que os fazem permanecer nesse mundo.

Imunidade: Imunes a sangramento e cegamento; eles são destemidos e imunes a veneno, dor e tentativas de derrubá-los.

Vulnerabilidade: Sensíveis a prata e spectre oil.

Táticas: O sofrimento sentido por um wraith torna os ferimentos que ele causa mais dolorosos.

Alquimia: Death dust e ectoplasm.

Se você quer se livrar de um wraith, você primeiro precisa encontrar seu corpo. Tente procurar em solo profano ou no canto do cemitério onde criminosos são enterrados. Quando você desenterrar o corpo, você descobrirá que ele não está apodrecido e que há sangue nos lábios. Perfure o corpo com uma estaca de álamo, corte a cabeça e coloque-a entre as pernas do corpo. Para ter certeza que o wraith nunca mais voltará, coloque fogo no corpo. Um passo em falso significará seu fim.

 

Wyvern

Ocorrência: Wyverns vivem em áreas selvagens ou perto de aglomerações humanas; eles são um elemento natural do ecossistema; eles são bem estimados por druidas, que os domesticam.

Imunidade: Resistentes a tentativas de atordoá-los ou envenená-los.

Vulnerabilidade: Sensíveis a prata e a ornithosaur oil.

Táticas: Eles mergulham em seus oponentes, tentam derrubá-los e envenená-los.

Alquimia: Toxin, wing membrane e venom glands.

Wyverns são azarados por serem frequentemente confundidos com dragões. Vendo um réptil se aproximando de um rebanho de ovelhas, os camponeses entram em pânico. Eles esperam que ele guspa fogo, massacre todo mundo e abduza as virgens locais. Embora seja verdade que wyverns cacem ovelhas, eles nem gospem fogo e nem levam destruição a vilas inteiras. E eles são completamente indiferentes a virgens.

 

Zeugl

Ocorrência: Zeugls vivem na sujeira, em esgotos ou depósitos de lixo; eles devem ser eliminados enquanto são jovens e pequenos - um zeugl maturo é um adversário formidável, até mesmo para um witcher.

Imunidade: Praticamente imune a golpes de espada, independentemente da espada ser de aço ou prata.

Vulnerabilidade: Para matar um zeugl, os tentáculos devem ser removidos primeiro.

Táticas: Eles fazem chover golpes de tentáculos em seus oponentes.

Alquimia: Zeugl venom.

O zeugl é o melhor exemplo de um monstro que se acostumou a aglomerações humanas. A besta se alimenta do lixo e sujeira produzida pela cidade, então ela não precisa caçar ou lutar para sobreviver. Ela simplesmente cresce e gradualmente se torna uma ameaça as pessoas. Isso monstra quão prejudicial a degradação continua do meio ambiente pode ser no longo prazo. Assim, eu imploro ao leitor: respeite a natureza.


 
 
  2.12.1: APRESENTAÇÃO
2.12.2: PERSONAGEM
2.12.3: BESTIÁRIO
2.12.3.1: AL-BL
2.12.3.2: BR-DR
2.12.3.3: DR-GI
2.12.3.4: GO-KI
2.12.3.5: KI-NO
2.12.3.6: RO-WE
2.12.3.7: WI-ZE
2.12.4: MULHERES
2.12.5: ALQUIMIA
2.12.6: TALENTOS
2.12.7: IMAGENS
2.12.8: WALKTHROUGH
/ ENQUETE
 
O que você espera do Baldur’s Gate: Siege of Dragonspear?